Tomar o Viagra com frequência perde o efeito? E se eu tomar na adolescência?
por Jeferson Machado.
Três perguntas sobre o mesmo tema me chegaram por e-mail e facebook, e me chamou a atenção da correlação entre elas. Bom, vamos a cada uma e aproveito para trazer algumas curiosidades legais sobre o assunto.
“Dr. Jeferson: tenho 53 anos e tomo um remédio pra ereção direto. Às vezes chego a tomar até 5 comprimidos em uma semana, um por dia. Com o tempo o remédio vai perder o efeito?”
Excelente questão. O efeito do medicamento vai de acordo com o seu tempo de ação. A maioria dura no máximo 4-6 horas. Ou seja, com 24h depois o efeito será o mesmo. Contudo, existem alguns que vão até 72 horas, o que não é recomendado tomar todo dia.
Se você deseja ter relações sexuais diariamente e tem problemas de ereção, converse com o médico, pois já existem pílulas de dosagem mais fracas e que podem ser utilizadas regularmente. Desde que sua saúde também esteja compatível com o uso delas.
“Gosto de sair pra zuar no final de semana, só que quase sempre eu tomo o Viagra pra a transa ficar mais legal. Meus amigos me disseram que no futuro ela não vai mais fazer efeito, é verdade?”
Cara, provavelmente você deve ser novo e não há necessidade do uso do medicamento pra virar o super-homem. Ele só funciona pra quem tem realmente o problema. Em pessoas normais, ele praticamente não faz diferença nenhuma. Isso pode estar lhe ajudando, pois o psicológico acredita nisso, aumenta a autoconfiança e age normalmente, trazendo uma ereção normal e que viria com ou sem medicamento.
De acordo com a OMS, cerca de 20% do uso dos medicamentos para ereção são para casos em que não há necessidade. A maioria são jovens de 20 a 35 anos. No seu caso, no futuro não perderá o efeito, mas o efeito de dependência psicológica será o maior dano, pois você sempre achará que só conseguirá uma ereção com a ajuda da pílula. Aí você virou refém dela.
Deixe pra utilizar somente quando o seu médico disser que é necessário. Em casos de problemas psicológicos, tratamentos sem medicamento também resolvem.
“Recebi um e-mail vendendo um Viagra natural. Como é natural, posso tomar sem fazer mal, ou há algum problema?”.
Os e-mails e suas promessas. Já recebi e-mail ensinando até como ganhar na mega-sena. Como já dizia o pessoal mais antigo: “na minha época, Viagra era o cheirinho da mulher”. Meu caro internauta, eu também recebo vários desses e-mails: ginseng, ginkgo biloba, tribulus terrestris, fórmula secreta e outros. Até hoje não existe nenhum estudo científico que comprove tal efeito. Também não acredite naqueles e-mails que vendem métodos e aparelhos para aumentar o tamanho do pênis, é tudo puro marketing.
O que sempre recomendo e continuo a recomendar: se o problema é físico, o médico urologista é o melhor caminho; e se for psicológico, um psicólogo terapeuta irá ser sua solução.